segunda-feira, 21 de abril de 2008

'The happiness is only true when shared'


'Na Natureza Selvagem' é mais do que um filme on the road. É mais do que um filme de aventuras, é mais do que um filme de partidas. É um filme de encontros, com os outros e consigo próprio. É a demonstração daquele momento em que se entende e se acha tudo aquilo do que se fugiu e sobre o que se negou.

O adolescente recém-formado, com ótimas notas e possível futuro acadêmico brilhante, larga tudo, queima economias e se desfaz de todo o bem material para cair na aventura que o levará a entender que se distanciava da sua resolução final, mas que sem essa reflexão isolada não chegaria a compreender.

Perde-se em estradas, despede-se de pessoas que são tocadas pela sua doçura e por sua determinação e que o tocam pelo amor que ele acreditava ter sido negado de seus pais a ele.

Sua emoção de ver a vida e a imensidão da liberdade, só, sua busca e 'maior aventura', levam o rapaz a ver que toda esse transbordamento apenas faria sentido e seria realmente verdadeiro quando compartilhado.

O Alasca o acolhe e o repele, e seu mergulho em reflexões de páginas de livros estampam o sorriso congelado daquele que olha e suspira pela última vez.

O filme traz ótimas reflexões sobre relações humanas, sobre a recusa de compartilhá-las, liberdade, ou seu significado maquiado, valores - construção de uns, perda de outros - e fotografia esplendorosa.

Recomendo e aguardo comentários para tentar entender mais sobre a surpresa deste filme num domingo à noite.

2 comentários:

Paula Oliveira disse...

Meeeeeeeeeu... Eu assisti esse filme essa semana! Sem dúvida um dos melhores filmes que já vi nos últimos tempos. O filme convida pra uma viagem dentro da gente, pra rever coisas que sempre aceitamos ou acreditamos ou mesmo coisas que nunca questionamos...

A trilha sonora também merece ser comentada, o maravilhoso Eddie Vedder (sou fã dele!) fez belíssimas composições e interpretações... Assim q voltei pra casa, baixei a trilha e to até agora ouvindo!

E vc descreveu o filme muitíssimo bem! Assino embaixo e também recomendo.

Bjoooo!!

ledson chagas disse...

Oi Marina. Assisti o filme tb e decidi fazer uma crítica sobre ele (acabei assistindo 3 vezes em 1 semana, para escrever o texto - e fiz as 2 coisas com o maior prazer). Gostei muito d seu texto sobre o filme, bem sintétito (mérito q o meu não tem) e interpretando d forma mais poética o filme (no meu caso, tentei ser mais analítico, embora bem pessoal tb). Dá uma lida no meu e comenta tb, tá bom? tchau, bj!!! http://ludensflight.blogspot.com/2012/01/into-wild-sean-penn-2007.html