domingo, 2 de setembro de 2007

Caminhos e Rumos

Tomei uma resolução corajosa hoje. Uma na qual tenho pensado há muito tempo. Uma com a qual sinto que vou chegar em algum lugar. Na verdade, com ela poderei chegar em vários lugares. Depois de passar duas semanas acordada, debruçada sobre livros, lendo, escrevendo, pensando, estudando, às vezes sofrendo, cansando, consegui terminar minha maratona acadêmica de forma mais ou menos saudável. Só uma dor de garganta de leve e um início de gripe que tem sido desejada por mim há um tempo.
Bom, depois desse tempo de reflexão e insônia forçada, resolvi acompanhar o movimento Cansei! Na verdade, criei um novo. Cansei da vida babaca que levo. Cansei de correr, correr e não chegar em lugar nenhum. Pois bem, como conheço bem o corpo docente da universidade a qual freqüento, esperando ter me dado mal em alguma dessas matérias para as quais me dediquei sem pensar em canseira, temo pela desilusão de uma nota ruim que me levará a passar por tudo isso novamente, refazendo-a para poder me formar. Sou pessimista sempre. Qq coisa vira lucro, se não virar, já era esperado.
Neste sentido, se isso realmente acontecer, tranco tudo, largo tudo e caio na estrada. Vou ser mochileira. Aproveitando que terminei de ler On the Road, Kerouac - um livro que todo bom mochileiro deveria ler, um guia, um manual, inspirada por isso e por minhas angústias em relação ao meu futuro, resolvi que se meu esforço der com os burros n'água, vou cair na estrada, viver de pequenos bicos, tirar fotos, escrever para outros lugares que não só o meu blog e ter uma vida que me deixe ver coisas novas e não só a reprodução do dia anteiror a cada nova aurora.
Como se ir embora fosse resolver alguma coisa. Pelo menos ia dar uma viajada. Mas isso não vai acontecer nem se eu me der mal com alguma dessas matérias. Eu vou continuar correndo e correndo, e por mais que meu pessimismo às vezes seja tão forte a ponto de me fazer criar planos absurdos para ultrapassar a mesmice que me condena, vou continuar querendo fazer essas coisas absurdas enquanto trabalho insanamente em frente ao computador, 7 dias por semana. ou enquanto estudo para alguma recuperação, prova final ou quando o semestre que vem recomeçar na semana pós feriado.
Eta vida besta, meu deus!

3 comentários:

Fotoqueiro disse...

Bela decisão!
Vai resolver um dilema, viver pouco para viver muito, ou viver muito e correr o risco de viver muito mais!
Quando tiver algum tempinho coloca aqui ... como vai sua nova vida.

bete modelete disse...

as resoluções mais interessantes que eu conheço são as tomadas pelos pessimistas e azedos. São as que mais dão certo.
vc aceita companhia se decidir botar a mochila nas costas? :D

Mariazinha sem Joãozinho: disse...

Humm direto eu tb tenho vontade de colocar uma mochila nas costas e ir. Ir, pra qualquer lugar, de qualquer jeito, não importa, o que importa é sair... Mas aí sempre vem a chata da razão e me olha com aquela cara feia, daí eu fico com medinho e volto pra realidade...

Mas se vc realmente decidir fazer isso, me chama também!!!

Beijosmeligamesmo!