quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

...-

2 comentários:

Paula Oliveira disse...

Nossa, Mari... Eu tinha visto que vc postou essa imagem no facebook, mas não tinha olhado com tanta atenção... achei incrível que um desenho aparentemente tão simples, sem tantos detalhes consegue mostrar um estado de espírito de forma tão contundente. Esse olharzinho longe, os braços jogados, os óculos longe, me passam aquela sensação de total bode, de vontade de fazer nada além de estar fazendo o mínimo necessário: respirando, sem pensar, sem se mexer... tem horas que fico desse jeito, mas ainda bem que passa!

Mari Migliacci disse...

é...essa carinha de 'pelo amor de deus, não me peça para fazer nada agora' é uma das minhas caras em final de semestre ou sempre que eu tenho que entregar algum texto para alguém. Aí entrego e volto ao normal.